h1

Nações em desenvolvimento lutam para Kyoto não acabar

13/04/2011

Em Bangcoc, na Tailândia, os países em desenvolvimento estão tentando manter o Protocolo de Kyoto vivo mesmo que nações de grande porte como Canadá e Austrália se neguem a participar do segundo período do acordo.  A primeira fase de Kyoto, que estabeleceu metas para os países industrializados cortarem as emissões de gases-estufa, termina no fim de 2012 e ainda não está definido se haverá uma continuação.

O protocolo tem como objetivo firmar acordos e discussões internacionais para estabelecer metas de redução na emissão dos gases que provocam o aquecimento global, além de criar formas de desenvolvimento de maneira menos impactante àqueles países em desenvolvimento.

Nações em pleno crescimento, entre elas o Brasil, acreditam que é melhor ter o protocolo com um número menor de participantes do que ficar sem ele. Eles afirmam que Kyoto tem exigências mais altas e é mais confiável do que qualquer alternativa apresentada atualmente. Outra preocupação de alguns países como Japão e Rússia é o fato de potências como a China, Índia e até mesmo o Brasil não terem obrigação, pelo tratado, de reduzir as emissões.

 

por  Leandra Troyack

 

*Matéria baseada no segundo parágrafo da definição do Protocolo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: